Na cena em questão, que dura “apenas 12 segundos” , a super-heroína lésbica America Chavez se refere às suas “duas mães”, disse Nawaf Al-Sabhan, chefe da classificação de filmes na Arábia Saudita, na segunda-feira.

Benedict Cumberbatch, indicado ao Oscar deste ano por seu papel em O Poder do Cão , lamentou “regimes repressivos” notórios por não serem inclusivos.

O ator britânico Benedict Cumberbatch disse na terça-feira que estava “decepcionado” , mas não surpreso, que a Arábia Saudita tenha pedido à Disney para remover “referências LGBTQ” do último filme da Marvel antes que ele pudesse ser exibido nos cinemas neste reino ultraconservador.

“É difícil não se emocionar com isso”, disse o ator inglês que estrela Doutor Estranho no Multiverso da Loucura , que tem estreia prevista para o início de maio.

“Mas temo que esta seja uma decepção esperada” , continuou ele, conforme citado pela agência de notícias britânica PA.

Até agora, a gigante de entretenimento dos EUA, Disney, respondeu “não desejando” prosseguir com as exclusões solicitadas.

Deixe um comentário