Disney veta beijo Lésbico em “Lightyear”, mas volta atrás Após protestos de funcionários

A Disney tem sido alvo de denúncias feitas por funcionários, que alegam a falta de representatividade LGBTQIA+ e personagens inclusivos nas produções. De acordo com informações da revista americana Variety, a empresa decidiu tomar uma atitude para mudar esse cenário e irá restaurar um beijo lésbico programado para o filme “Lightyear“, da franquia “Toy Story”.

Na animação, que conta mais uma aventura do astronauta Buzz Lightyear, entrará em cena uma nova cientista chamada Hawthorne, dublada pela atriz Uzo Aduba. A personagem viveria um relacionamento homoafetivo com outra mulher, fato que não foi contestado pelos executivos da Disney.

Entretanto, ainda segundo a Variety, foi produzida uma cena de beijo entre as duas personagens, que havia sido cortada do filme. Após toda a repercussão e os protestos dos funcionários, diretores voltaram atrás e a cena foi devolvida para a versão final da produção.

Os protestos dos funcionários ganharam força após a descoberta de que a Disney apoiava financeiramente o projeto de lei “Don’t Say Gay” da Flórida, proibindo “discussões em sala de aula sobre orientação sexual ou identidade de gênero” nas escolas primárias.

“Quase todos os momentos de afeto abertamente gay são cortados por ordem da Disney, independentemente de quando há protestos das equipes criativas e da liderança executiva da Pixar. Mesmo que a criação de conteúdo LGBTQIA+ fosse a resposta para corrigir a legislação discriminatória no mundo, estamos sendo impedidos de criá-lo”, diz um trecho da carta aberta escrita pelos profissionais do estúdio de animação.

SAMAEl comunicação Digital

Learn More →

Deixe um comentário